SATYRICON – Um dos melhores restaurantes de frutos do mar do Rio.

Vamos escolher os bichinhos que vão parar no nosso prato?

Obaaaa.

287Olha o tamanho da “bicha”. É carne pra lá de metro dessas lagostas gigantes.

291Mas nem tive coragem de escolher. Deixei isso a cargo do próprio restaurante considerado um dos melhores do Rio. O Satyricon. Afinal já vi uma lagosta sendo morta na minha frente e não gostei da experiência. Hahaha.

297

E o tamanho do carangueijo?

318Todos os frutos do mar são frescos, mortos e feitos na hora.  285

Uma diversidade de peixes e crustáceos.

317

Olha aí os bichos ainda vivos, cavaquinhas e moluscos. Mal sabem eles que logo logo vão para panela. 296

Os peixes do Satyricon são pescados com linha e não com rede. Essa técnica preserva a integridade das fibras da delicada carne dos peixes e assegura uma textura única e saborosa.

319

A cozinha é mediterrânea, adaptada ao clima tropical.

Um trabalho maravilhoso dos donos, Marly e Miro Leopardi e de Sandra Tolpiakow, filha de Marly.

 

298Mas é lógico que outro segredo do restaurante é ter um bom molho e tempero.

323

E olha que interessante. Estão curiosos para saber de onde vêm os frutos do mar?

King Crabs, do Alaska e da Patagônia; salmão, da Noruega; cordeiros, do Uruguai; massas, da Itália; mangas de Pernambuco; vinhos de todo mundo. Frutos do mar e outros produtos especiais podem vir dos 7 mares  (Atlântico Sul, Atlântico Norte, Pacifico Sul, Pacifico Norte, Indico, Antártico e Ártico).

293

Mas a preferência do Satyricon é trabalhar com produtos locais e, para isso, os melhores pescadores da costa do Rio de Janeiro são recrutados. Os barcos navegam nas águas do litoral e trazem os scampis, peixes, lagostas, cavacas e ostras que chegam vivos ao restaurante. Logo na entrada, o balcão expõe o que o mar, diariamente, oferece de melhor.

292

Pimenta em um prato de frutos do mar sempre dá um toque especial né?

301

A entrada é simples e super bem servida. 299

Um bom pedido para quem não gosta de bebidas com muito álcool é a Bellini. Champagne com suco de pêssego. Huuummm. Mas vou logo avisando. É fraquinha mesmo.

E agora, com vocês…O melhor prato.

311

Foi o que eu pedi, é claro. Gente, nem sei o que dizer. Só comendo para saber. De comer de olhos fechados. Hahahaha.

É muito, muito bom mesmo. A lagosta é macia, saborosa (e olha que prefiro camarão), e o purê de batatas com o molho de queijo dão um toque perfeito ao prato, que serve duas pessoas. Acho que o nome do prato é lagosta ao Thermidor.  Pode pedir. Eu garanto que é bom. O preço? RRRSSS. Salgado. 180 reais. Dá 90 reais por pessoa.
305

Para quem prefere uma bebida mais forte: Kir Royal. Champagne com licor de cassis.
332

Gente. Saí de lá com dois quilos a mais. Hahaha.329

E não sei quando vou voltar, pois é um restaurante bem caro, para momentos especiais.

Mas juro que é um dos que mais indico aqui no Rio.

Pela qualidade da comida e sofisticação.

Um restaurante para não ser esquecido.

Espero que estejam curiosos. Afinal, trabalho para isso. Hahaha.

Beijão. Tati Flores.